Girl From Sao Paulo

"you are crossing the tropic of capricorn".

25 November 2007

um adeus

A vida é cheia de impermanências. Nada dura para sempre, e isso é até um conforto nas horas dificeis, já que sabemos que o bom e o mau vão em algum momento acabar. Ou mudar de status pelo menos.
Tenho lembrado isso sempre que pauso para perceber o momento em que vivo. Quando estou feliz e o mundo parece estar girando no sentido certo e tudo corre como a gente espera, procuro sentir humildade e agradecer pelas coisas boas.
E assim tambem procuro encarar as dificuldades. Elas acontecem porque a vida é um equilibrio tênue entre vários momentos e sentimentos.

Umas semanas atras fui para a Europa ajudar meus pais com o funeral de meu irmão. Ele faleceu de complicações com pneumonia ("sepsis" segundo a laudo de óbito) aos 38 anos. Era mais novo do que eu. Convivemos como irmãos durante 9 anos, depois eu fui morar com meu pai em outra cidade, durante o meu "colegial". Ele continuou a viver com nossa mãe, chegou a morar comigo aqui em SP depois de eu mudar para cá já adulta com minha propria familia.
Recentemente morava sozinho. Meu pai recebeu um telefonema da médica de família porque ele deu entrada no Hospital em estado muito grave apesar de consciente. Meu pai correu para lá, mas não chegou a tempo de o ver, porque ele morreu durante essa noite. Segundo a Dra. Claudia, sereno e a segurar a mão dela.

Tenho tido momentos diários de tristeza ao pensar nele e no seu fim, sozinho lá no Hospital. E obviamente por agora saber concretamente que nunca mais o verei. Triste. Mas, vou procurar lembrar do suas gargalhadas, de sua inteligencia prespicaz e de seu bom coração.

Rest in peace, João Filipe.

1 Comments:

At 6:59 PM , Blogger Isabel said...

de alguma forma indiretamente vc esteve com ele o tempo todo e inclusive segurando a mão dele.Acredite.bjs bel

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home